Uma mensagem da Equipe do Projeto CCEPP

Em função do grande aumento no número de pacientes críticos durante esta pandemia, nossos sistemas de saúde estão ficando sobrecarregados e até entrando em colapso em alguns lugares. Como resultado, profissionais de saúde de muitas outras áreas de atuação tem sido requisitados para trabalhar e dar suporte às Unidades de Terapia Intensiva e suas equipes. Nós temos visto isso acontecer em várias partes do mundo. 

Médicos assistentes, residentes, enfermeiros, fisioterapeutas e outros profissionais de saúde de especialidades / áreas de atuação diferentes de medicina intensiva podem ser requisitados para trabalhar em Unidades de Terapia Intensiva. Idealmente, isso deve acontecer sob a supervisão de um médico e enfermeiro intensivistas, mas prevendo situações em que uma supervisão direta pode não estar disponível, ter uma diretriz para auxílio na tomada de decisões sobre manejo clínico, cuidados e triagem dos pacientes críticos é recomendável.  

O objetivo deste website é dar suporte a esses profissionais através da disponibilização de materiais de referência de rápido acesso, de modo a facilitar o seu preparo para atuar no ambiente da terapia intensiva. Ao passo que a pandemia do COVID-19 progredir, este website irá evoluir rapidamente para assegurar que o seu conteúdo corresponda às necessidades dos nossos profissionais de saúde. 

O seu feedback é bem vindo e recomendado, pois assim nós conseguiremos incrementar o nosso conteúdo. Fique bem e em segurança! 

Time do Projeto Educação em Terapia Intensiva em tempos de pandemia (CCEPP)

Por favor, note que este website é um trabalho contínuo. Nós estamos continuamente adicionando novos materiais e produzindo novos resumos e pocket cards. O seu feedback é bem vindo e ele nos ajuda a melhorar.  


A equipe do Projeto CCEPP tem trabalhado constantemente para ter o conteúdo do site revisado por pares. Entretanto, o site não constitui diretriz oficial, a menos que indicado no material. Por favor, use seu próprio julgamento e discrição ao aplicar informações obtidas aqui na sua prática clínica.